Greenleaf: Deus é bom…

Agora, todos juntos respondam: “O TEMPO TODO!”

Yeah!

Esta semana eu cheguei em casa, abri a Netflix, respirei fundo e pedi ajuda pro Olimpo todinho pra achar uma série bem legal para assistir. Apesar de adorarmos reclamar da demora na atualização do catálogo,  é uma missão quase impossível escolher uma série/filme entre os títulos já disponíveis. Eu sempre fico uns 40 min escolhendo e acabo revendo o mesmo filme pela milésima vez. Quem sempre? É quase um ritual.

Entretanto, Deus é bom – o tempo todo – (assistam a série e amem esse bordão. Obrigado. De nada) e eu encontrei GREENLEAF. É uma produção do canal OWN, da Oprah Winfrey, que estreou no meio do ano passado e já tem uma temporada com 13 episódios, todos disponibilizados pela Netflix em 03 de março.

pais
Bispo James e Lady Mae: um show de manipulação

A série conta a história dos Greenleaf, família de pastores da megaigreja Calvário, no Memphis. Encabeçada pelo Bispo James (Keith David) e sua esposa, Lady Mae (Lynn Whitfield), tem em sua “hierarquia” todo o resto da família. Ambos dão um show de interpretação ao tentarem salvar a família, cada um com seus métodos. Espere muita manipulação. Piores melhores pais do mundo.

A protagonista é Grace (Merle Dandridge), filha do meio dos Greenleaf. A série começa com o seu retorno após 20 anos afastada da família e da igreja, da qual era uma famosa pregadora, o que fazia dela a sucessora natural de seu pai. Grace retorna para o enterro de sua irmã, que faleceu sob circunstâncias suspeitas, e sua presença traz à tona grandes feridas do passado.

Enquanto os motivos que fizeram Grace partir são revelados, somos arrastados para a mesa de jantar da família e para o púlpito da igreja – que acabam sendo continuação um do outro. Quando percebemos, já é tarde demais. Traições, sexo, drogas, adultério, pedofilia, corrupção, homossexualidade, tá tudo lá, na nossa cara. E a gente fica como? É eitah atrás de eitah com gritos de socorro, meus irmãos.

grace e filha
Grace e sua filha

Sim! Melhor que o incrível elenco desta série, apenas o seu roteiro. As feridas são abertas e temas sensíveis são abordados com ousadia. Da pedofilia que mancha a história da igreja católica à teologia da prosperidade, manipulação da fé e corrupção vistas em algumas igrejas evangélicas.

O elenco é quase que exclusivamente negro. E que elenco, Brasil! Poucas vezes vi um elenco tão bem elaborado quanto nesta série. Todos os personagens são ‘para se prestar atenção’. Sério. Ninguém fica de lado. A série só nos deixa duas opções: ou a gente ama ou ama odiar a cada um deles. São personagens ambíguos, equilibrando-se entre o certo e o errado. Simplesmente sensacional.

família
Você acha que sua família tem problemas? Apresento-lhe os Greenleaf’s.

As desavenças familiares vão crescendo – espere jantares inesquecíveis – ao passo que a Calvário enfrenta a rivalidade de uma igreja vizinha e a ameaça de uma investigação em suas contas. O Bispo James precisa apaziguar os ânimos e restabelecer a ordem em sua casa e em sua igreja, mas para isso seguirá caminhos questionáveis. Ele, assim como todos os Greenleaf’s, guarda seus segredos.

Oprah, além de produzir a série, também está em seu elenco. Ela interpreta Mavis McCready, irmã de Lady Mae, e tem uma casa de shows. Apesar de ter um papel menor, sua presença em cena é sempre importante, pois ela conhece vários segredos da família e incentiva sua sobrinha, Grace, a tomar uma atitude que trará graves consequências.

cunhadas
Mavis McCready (Oprah) e Lady Mae (Lynn Whitfield)

A Calvário não é apenas uma igreja, mas também uma espécie de Fundação com grande influência na região.  Logo, veremos seu envolvimento com políticos e empresários, mas também com fiéis necessitados atrás de ajuda. A ironia, digamos, é justamente esta: enquanto acompanhamos a moral questionável dos pastores, não podemos deixar de reconhecer a importância que possuem perante a comunidade.

E que ostentação! Se a TV ainda tem raros negros em situações de poder, Greenleaf os coloca no trono! A Calvário é uma igreja para negros e seus donos e parte de seus membros ostentam todo o poder, riqueza e beleza que há nesta vida.

GREENLEAF, portanto, é a grande indicação de hoje. Entre muitos escândalos e segredos, todos nos encontraremos nas missas de domingo.

E vejam logo, porque a segunda temporada estréia nos EUA na próxima quarta, 15 de março. E nunca se esqueçam:

DEUS É BOM, O TEMPO TODO.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s